13.11.15

Saúde | Por uma Raspberry mais saudável e bonita!



Passaram dois meses desde que voltei de Portugal com um novo objectivo (para além de outros tantos): emagrecer e acima de tudo levar a sério a minha reeducação alimentar. Ao longo destes dois meses muita coisa mudou tanto a nível exterior como a nível interior. Quando voltei de Portugal e me olhei ao espelho com olhos de ver odiei o que vi. Odiei ver aquela gordura localizada na zona da barriga e das costas. Principalmente nas costas. Sempre considerei as costas a parte do corpo mais sexy quer de uma mulher quer de um homem e sempre achei que as minhas costas eram bastante sexy. Pelo menos até ao dia em que vi que afinal já não eram. Foram elas, para além de tudo o resto, que me fizeram ganhar força para iniciar esta caminhada. 

Não é segredo que desde que a minha avó morreu que comecei a procurar consolo na comida. Principalmente nos doces e toda a gente sabe que isso nunca dá em coisa boa. Comer por comer e comer para preencher vazios não é de todo uma boa politica. Eu sabia disso. Sempre soube. Apenas não conseguia evitar. No final, apesar de estar plenamente consciente de que estava a fazer tudo mal e que por mais exercício que fizesse não iria ver resultados não conseguia sair deste ciclo vicioso. Até ao dia em que fiz as pazes com a minha avó, com o Universo e comigo mesma. Quando se muda por dentro torna-se bem mais fácil mudarmos por fora e foi assim que decidi começar a frequentar o ginásio, a correr e a começar a ter uma maior consciência daquilo que como e do porquê de querer comer agora ou o porquê de querer comer isto em vez daquilo.

Dois meses passaram e ao todo já perdi quatro quilos e bastante volume; já não sinto que ando a comer para preencher vazios e angústias; já não como chocolate todos os dias (a última vez que comi chocolate foi dia 6 de Outubro. Wow.) e já não sinto necessidade de comer todos os doces deste mundo e arredores. No entanto, tenho plena consciência de que a minha reeducação alimentar não está perfeita principalmente porque ainda sinto a necessidade de comer a minha bolacha diária. No entanto, optei por uma bolacha simples (e que sou que as faço) e é o facto de comer essa única bolacha que me permite ter controlo face aos doces. Como a bolacha com o meu café (sem açúcar) e fico bem deixando de sentir qualquer necessidade de comer mais uma e mais outra bolacha. Por isso, apesar de não conseguir ter um único dia da asneira faço muito menos asneiras do que aquelas que fazia anteriormente. 

Ao contrário de há dois meses atrás, neste momento sinto-me bem comigo e com o meu corpo que ainda não está como quero, mas no qual já noto tantas mudanças positivas. O processo está a ir devagar, mas é devagar que se vai ao longe, não é verdade? 
   

10 comentários :

  1. Força de vontade é sempre o que é preciso e, pelos vistos, estás a conseguir. 4 quilos em dois meses é muito bom., Eyu perdi 7 nos últimos meses, também com cuidados na alimentação. Ginásio é que não é comigo. Depois de anos e anos a fazer natação 4 x por semana, uma pausa por motivos de saúde, durante 3 meses, fez com que não consiga ter a força de vontade para voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando fazemos uma pausa longa custa sempre um bocadinho mais recomeçar, mas enche-te de força e vai que vais ver que depois já não queres de lá sair :P

      Eliminar
  2. A reeducação é uma coisa lenta..o criar hábitos demora o seu tempo.. mas tudo com paciência de consegue.. O comer saudável não é nunca mais comer doces, é sim comer de vez em quando (uma vez por semana ou quinze em quinze dias ou mensalmente dependendo dos desejos da pessoa). Mas ainda bem que estás contente com os resultados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu sei :) O meu objectivo também nunca foi deixar de comer docinhos, mas gostava de conseguir só comer um doce por semana, mas por enquanto ainda não consigo e a verdade é que não tenho grandes remorsos por andar a comer uma bolachinha por dia :P

      Eliminar
  3. essa é outra das batalhas da minha vida ..... é sem duvida essencial acreditamos em nós para conseguir-los avançar

    ResponderEliminar
  4. É isso mesmo devagar se vai ao longe, sem pressas, vai ao teu ritmo!! Go!

    ResponderEliminar
  5. É verdade sim senhora, Go Raspberry, estamos aqui a dar força :D

    ResponderEliminar
  6. Go girl! és uma miúda cheia de força!

    ResponderEliminar
  7. Muita força, vais conseguir! Eu ainda estou a reunir a coragem para também mudar a minha vida.

    ResponderEliminar
  8. Fico feliz por estares a lutar por ti própria. Já venceste uma luta interior e aos poucos e poucos vais conseguir ter o corpo que tu queres. Estás de parabéns :D

    ResponderEliminar