23.10.15

Viagens | Raspberry na Suécia [Curiosidades]



Supermercado


Sempre que tenho de ir ao supermercado comprar o que me é essencial sei que vou demorar uma pequena eternidade a sair de lá. O tempo que demoro não se deve ao número de coisas que pretendo trazer comigo, mas antes à dificuldade em perceber do que se tratam uns tantos produtos. Ao contrário do que acontece em Portugal em que um só produto é capaz de vir traduzido pelo menos em três línguas e uma delas é sempre o Inglês, aqui na Suécia vem apenas em Sueco, Finlandês, Norueguês e Dinamarquês o que dificulta muito mais as coisas. O que vale é que normalmente os supermercados que visito têm WI-FI e o google tradutor está sempre prontinho a ajudar.

Sociedade

Ao contrário de Inglaterra em que basicamente vejo uma pessoa obesa quase a cada esquina e não, não estou a exagerar aqui na Suécia ainda não vi nenhum obeso. Naturalmente que existem pessoas em que se nota que têm um bocadinho de gordura a mais aqui ou ali, mas obesos não. Já tinha reparado nisso na primeira vez que fui a Estocolmo e agora tornei a reparar no mesmo. Outra coisa que tornei, uma vez mais, a reparar é que nada os para de praticar exercício. Quer seja ao inicio da manhã quer seja ao final da tarde não é difícil ver pessoas a correr ou a andar de bicicleta (o que também me faz ter vontade de me juntar a eles) mesmo que as temperaturas não sejam as mais agradáveis. Continuo a achar os Suecos super simpáticos e prestáveis assim como também continuo a achar que os homens Suecos fazem bastante bem aos olhos. A língua poderá ser um obstáculo no entanto é um obstáculo que poderá ser facilmente contornado visto que uma grande maioria fala bem Inglês (até hoje ainda não encontrei ninguém que não falasse). 

Vocabulário 

Sei apenas quatro coisas em Sueco: Fika (é a pausa para o café), kaka (que significa bolo), kanelbulle (que é um bolo fofinho de canela com recheio muito leve de cacau e que por acaso é o meu bolo preferido) e Tack (que significa obrigado). 

Alimentação

Quer em Portugal quer no Reino Unido sinto alguma dificuldade em encontrar variedade nos produtos sem lactose principalmente no que diz respeito a iogurtes o que faz com que eu acabe por comer sempre ou iogurtes naturais sem lactose ou os de soja quando o que me apetecia era ter uma vasta quantidade de iogurtes com diferentes sabores sem lactose. Contudo, aqui na Suécia encontrar produtos sem lactose não é de todo um drama visto que existe um só corredor para estes produtos nomeadamente iogurtes de diferentes sabores sem lactose. Agora imaginem a minha alegria quando me deparei com tão extensa variedade de sabores. E quem fala de produtos sem lactose, também fala de produtos sem glutén. Uma maravilha para pessoas que têm estas intolerâncias chatas.
Suspeito que os Suecos sejam viciados em batatas visto que quase tudo o que cozinham leva batata. Ou são batatas cozidas ou são batatas assadas ou então é puré de batata com qualquer coisa. Quem vê a palavra tantas vezes numa só linha poderá pensar que a alimentação sueca não é tão saudável quanto aquilo que se pensava, mas a verdade é que o é. É bastante comum vermos um Sueco a petiscar ora rodelas de pepino ora rodelas de cenoura ora outro legume qualquer e a verdade é que basta olharmos para o interior de um supermercado para vermos como o espaço reservado para produtos saudáveis é muito maior do que aquele que é reservado para a comida pré-feita (exactamente o oposto daquilo que eu encontro em Inglaterra).

Decoração

Tenho um amor muito grande pela típica decoração escandinava marcada por linhas simples e de cores suaves onde o branco é predominante, por isso não é de estranhar que já me tenha apaixonado por umas quantas lojas de decoração daqui. Algo que me chamou a atenção durante esta primeira semana e que me passou ao lado quando estive em Estocolmo é o brio que os Suecos têm em ter as suas janelas bonitas. Neste momento estou a "viver" numa zona residencial muito calma onde basicamente a única coisa mais barulhenta que acontece é a passagem do comboio e sempre que tenho de sair não me canso de olhar e de apreciar as bonitas janelas. Raras são as janelas que não têm uma ou mais plantas e um candeeiro todo bonito a servir de iluminação. Cortinas é algo que eles não usam... nisso são como os Ingleses, mas ao contrário dos Suecos os Ingleses no geral não têm grande brio nem nas janelas nem tampouco nos jardins das suas casas.

4 comentários :

  1. Gostei desta publicação! É engraçado reparar nas diferenças culturais entre países que, na verdade, nem estão assim tão afastados uns dos outros! ( : O mundo é incrível pela sua diversidade!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Achei piada à questão das cortinas. Cresci a ver cortinas em casa de toda a gente, só recentemente é que me fui apercebendo que há quem não goste, e ainda não sei o que acho! Por um lado acho que dão um ar de maior conforto às divisões, por outro percebo que seja mais estiloso não ter cortinas :P Também adoro a decoração scandi.

    ResponderEliminar
  3. Acho tão giro conhecer os hábitos e costumes das outras partes do mundo.

    ResponderEliminar
  4. o que mais gosto da Suécia (isto porque ainda não a conheço) são os policiais :)

    ResponderEliminar