25.5.15

Pessoal | De volta a nossa casa



Sete dias em Portugal. Sete dias cheios de sol, com temperaturas amenas, com muitos gelados, risadas e ovos moles numa tarde ventosa em Aveiro com ele e com os meus pais. Sete dias em Portugal a adormecer e a acordar com as minhas gatas. Sete dias para matar saudades. Sete dias cheios de alegrias, abraços e manhãs passadas no sofá a ver televisão com a minha mãe. Sete dias em Portugal que passaram a correr. Sete dias em Portugal e quinze minutos no cemitério a tentar conter as lágrimas. Sete dias em Portugal sem ler e quase sete dias sem ligar o computador. Sete dias em Portugal e dois aniversários. Sete dias em Portugal a matar desejos gastronómicos. Sete dias em Portugal e um dia passado à beira-mar. Sete dias em Portugal e um ataque de asma misturado com um ataque de pânico (é a explicação mais próxima da realidade que encontro para o que aconteceu já que não tenho asma e nunca tive ataques de pânico) no aeroporto quando estava prestes a embarcar de volta para aqui. Sete dias em Portugal que chegaram ao fim. Agora... o vazio. Amanhã passa. 

5 comentários :

  1. Ter que ir embora é tão complicado mas depois a "dor" passa. Começa-se uma nova contagem decrescente para outros 7 dias! :)

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. O tempo passa a voar e quando nos apercebemos já é a hora do adeus, mas nunca é uma despedida! A vida é assim mesmo, força! *

    P.S. Se puderes passa no meu blog, coloquei uma questão aos meus visitantes e agradecia a ajuda! *

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que foram sete dias cheios de coisas boas :D

    ResponderEliminar
  4. Como te percebo, hoje já estou de volta e estou cá com uma neura...

    ResponderEliminar