4.5.15

Livros | Acerca do que se tem andado a ler por estes lados



Enquanto andava no secundário não consegui ler os dois livros de leitura obrigatória para as aulas de Português. Não sei se me terei deixado influenciar em demasia pelo que ouvia, mas a verdade é que nenhum deles conseguiu cativar-me e prender-me minimamente ou talvez tenha sido a palavra "obrigatório" que me levou por outros caminhos recorrendo antes a resumos do que à leitura propriamente dita. 

Contudo no ano passado na altura em que a minha avó morreu e eu fiquei cerca de um mês em Portugal em casa dos meus pais a ajudar a minha mãe no que era preciso e em que era estranho permanecer naquela casa que não era só a casa dos meus pais, mas também a casa onde a minha avó passou a viver desde o dia em que se divorciou do meu avô algo mudou. Como tentativa de distracção e não tendo mais nenhum livro para ler comecei a ler os Maias de Eça de Queirós e em cerca de dois dias já tinha devorado umas duzentas páginas e por mais incrível que possa parecer adorei lê-lo e no final cheguei à conclusão que o livro não era assim tão aborrecido como tinha julgado na adolescência. Agora foi a vez de ler o Memorial do Convento de José Saramago e este sim, custou mais a ler do que os Maias talvez porque tenha escolhido uma má fase para o ler, não sei. No entanto, apesar de haver partes em que o achei aborrecido e interessante ao mesmo tempo no geral gostei muito de o ler.

4 comentários :

  1. Os Maias é daqueles que lidos com atenção é fantástico.. tem paixão, incesto e coisas que tais..

    ResponderEliminar
  2. Eu não os consegui ler por causa da palavra 'Obrigatório'! Gosto de ler ao meu ritmo xD

    ResponderEliminar
  3. Eu não os li até acabar o secundário... No mesmo verão que acabei, li os dois x) Tinha imensa curiosidade, só não tinha era vontade!

    ResponderEliminar
  4. Eu li os dois no secundário. Quer dizer, devorei-os. E, mesmo que diferentes, adorei-os de igual modo. Já os reli e a sensação que tenho é sempre a mesma. A metáfora da Passarola no Memorial do Convento sempre me fez sonhar :)

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt

    ResponderEliminar